Impressoras 3D: ferramentas para a sustentabilidade

Os equipamentos de manufatura aditiva (no popular, impressoras 3D) têm sido destaque na mídia ao redor o mundo. De próteses às quinquilharias de prateleira, passando por peças de turbinas de avião e carros, esses equipamentos têm feito parte do cotidiano.

Na apresentação que deixamos aqui, realizada no evento Inside 3D Printing de 2015, em São Paulo, apresentamos as aplicações diretas das impressoras 3D para o desenvolvimento de comuniades sustentáveis. A base para a discussão foi a ISO 37120:2014, que fornece um conjunto de indicadores para os serviços urbanos e de qualidade de vida.

A área de principal destaque é a economia, pela viabilização de novos modelos de negócio, com o fim de barreiras logísticas e a transferência dos meios de produção para as mãos do consumidor. Esse movimento pode ser encarado como uma nova revolução industrial, porque as pessoas terão acesso a materializar, efetivamente, qualquer coisa. Das 17 áreas da norma, somente uma – a governança – não recebeu indicação direta da tecnologia. Essa depende da nossa conduta e participação ativa na sociedade!

Confira a apresentação e opine sobre o assunto!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *